sexta-feira, 9 de outubro de 2009

LUA

Lua, que acordada chama as pessoas a sorrirem,
hoje entristece por alguém que não mais a observa
Diz: Não tenho culpa, sou da idade do amor...
Amor que fica, amo quem vai,
fico à espreita de uma nova noite,
para desfilar meu brilho intenso ou abreviado
sobre a negritude das histórias de amor,
por isso me chamo lua,
porque nua, não disfarço nemhuma cicatriz
que me marcou...

Um comentário:

  1. Tenho fases, e semelhantes sentimentos desta Lua...Linda, Lindíssima!

    ResponderExcluir